Caixa começa pagar PIS hoje. Confira se você tem direito

A Caixa Econômica começa pagar nesta terça-feira o abono do PIS para os trabalhadores nascidos em dezembro. São 670 mil pessoas, com direito a sacar hoje um salário mínimo, hoje de R$ 465. Mas o mais provável é que mais de 20 mil trabalhadores deixem de fazê-lo, por desconhecimento. Todos os anos, cerca de 500 mil deixam de sacar o abono do PIS até 30 de junho e perdem o direito ao dinheiro. Nesse calendário serão aproximadamente R$ 250 milhões que voltarão para os cofres do Fundo de Amparo ao Trabalhador.


De acordo com a Caixa, até o momento, 8,3 milhões já sacaram o abono e outros 5,9 milhões devem receber o benefício até o dia 30 de junho de 2010. Já estão liberados os pagamentos para os nascidos em agosto, setembro, outubro, novembro e, a partir de hoje, dezembro. Os últimos a começarem a receber serão os nascidos em junho, a partir de 25 de novembro.


Têm direito ao abono os trabalhadores que foram cadastrados no Programa de Integração Social (PIS) ou Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), até 2004; trabalharam pelo menos 30 dias - consecutivos ou não - no ano de 2008, com carteira assinada por empresa; receberam, em média, até dois salários mínimos mensais e a sua empresa informou corretamente ao Ministério do Trabalho seus dados na Rais.


Existe a possibilidade ainda de saque do saldo de cotas do PIS nos casos de aposentadoria, invalidez permanente, reforma militar, transferência para a reserva remunerada, trabalhador com diagnóstico de aids ou câncer (ou um de seus dependentes), morte do titular, benefício assistencial à pessoa portadora de deficiência e ao idoso e participante com idade igual ou superior a 70 anos. Os trabalhadores podem consultar a situação de seus benefícios pelo telefone 0800-726-0101. Fonte: A Gazeta

Gostou? Compartilhe:

Um comentário:

  1. Fiquei dez anos sem retirar os rendimentos porque não sabia que podia.
    Agora há uns cinco anos retiro e amanhã vou à lotérica. É pouco mas dá pra alguma coisa.
    Abçs.

    ResponderExcluir