Nova tabela do IRRF para 2009


Apesar de só ter efeito em termos de declaração e restituição em 2010, as novas alíquotas do Imposto de Renda Pessoa Física já entraram em vigor neste ano, reduzindo o Imposto de Renda Retido na Fonte desde janeiro.

Até o ano passado, as alíquotas estavam dentro de três faixas. Para a declaração deste ano --a última com essas três faixas--, fica isento o rendimento até R$ 16.473,72, paga 15% os rendimentos entre R$ 16.473,73 e R$ 32.919,00 e paga 27,5% os rendimentos acima de R$ 32.919,00.

A partir da declaração do próximo ano, são cinco alíquotas: 0% (até R$ 17.215,08), 7,5% (de R$ 17.215,09 até R$ 25.800,00), 15% (de R$ 25.800,01 até R$ 34.400,40), 22,5% (de R$ 34.400,41 até R$ 42.984,00) e 27,5% (a partir de R$ 42.984,00).

Segundo cálculo de especialistas, o aumento no número de alíquotas trará um ganho mensal máximo de R$ 89,33 aos contribuintes, ou R$ 1.161,29 por ano, incluindo o 13º salário. Esse é o valor para todos os contribuintes cuja renda tributável é de R$ 3.582 ou mais. Quem recebe salário menor, vai ganhar menos com a mudança.

O objetivo do governo com a mudança foi aumentar a renda do trabalhador durante a crise econômica, para estimular o consumo e evitar uma desaceleração brusca da economia.

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário